gamedesire

Do grego “kentron”, que significa “centro”, enfim o Nissan Sentra voltou ao Brasil após um hiato. Ausente desde abril de 2021, agora ele evoluiu em todos os aspectos para incomodar Caoa Chery Arizzo 6 Pro Hybrid, Chevrolet Cruze,Toyota Corolla,Kia Cerato,Volkswagen Jetta e ainda ocupar um lugar deixado pelo Honda Civic, que virou um híbrido importado da Tailândia com preço acima dos R$ 240.000.

Com antepassado no Nissan Tsuru, lançado em 1960, o nome Sentra junto das gerações passaram a ser contadas a partir de 1982. São 41 anos de trajetória, que totalizam mais de 7.000.000 de unidades comercializadas, assim como está presente em 111 países, dos quais nove na América do Sul.

A oitava geração do Nissan Sentra bebericou na fonte do Altima e do Maxima, à venda nos Estados Unidos, por exemplo, da mesma forma que nas linhas do Versa, do Kicks e do 100% elétrico Leaf (eles ofertam valores iniciais de R$ 100.190, R$ 110.190 e R$ 298.490, respectivamente).

O sedã médio da Nissan adotou a plataforma CMF-C/D e frente ao antecessor cresceu 10 mm no comprimento (4,646 m), 55 mm na largura (1,816 m) e 7 mm no entre-eixos (2,707 m). O visual mostra linhas agressivas, com ênfase nos faróis afilados e nas luzes de neblina, ambos de LED, nas rodas de liga leve de 17”, enquanto a traseira traz as lanternas “bumerangue” com a luz de freio também de LED.

À venda nas versões 2.0 Advance CVT (R$ 148.490) e 2.0 Exclusive CVT (R$ 171.590 ou R$ 173.290 com o revestimento interno Premium em tom areia), a palheta de cores é formada pelas opções preto sólido, prata metálico, branco perolizado e cinza metálico – as duas últimas são Bi-tone com o teto escurecido.

PreviousNext

+ Avaliação: em breve no Brasil, Nissan X-Trail é SUV híbrido para desafiar Jeep Compass e Toyota RAV4
+ Avaliação: Nissan Frontier S é opção voltada para o trabalho pesado
+ Avaliação: Nissan Frontier Attack transmite visual parrudo e boa condução
+ Nissan aumenta a aposta e quer 19 carros elétricos até 2030

Design de interiores 

O habitáculo bem construído chama a atenção para os materiais e os arremates empregados ao acabamento. A ergonomia transmite os excelentes/confortáveis bancos dianteiros aquecíveis (do motorista ainda ajustável eletricamente) e traseiros com tecnologia Zero Gravity, que acomodam magnificamente o corpo, enquanto a coluna de direção é ajustável em altura/profundidade e o volante de base achatada possui boa empunhadura.

À frente dos olhos do motorista, o quadro de instrumentos mescla o velocímetro/conta-giros análogicos e a tela TFT de 7”, a qual é responsável por enviar as informações do computador de bordo. Também há saídas de ar inspiradas nas aplicadas no radical Nissan GT-R e detalhes imitando fibra de carbono.

PreviousNext

Outras particularidades surgem no ar-condicionado de duas zonas, nas duas entradas USB no painel (uma delas do tipo “C” de carga rápida”), no teto solar elétrico, no multimídia de 8” com Android Auto/Apple CarPlay por fio, no áudio assinado pela Bose composto por oito alto-falantes e na grande quantidade de porta-objetos espalhados pela cabine.

Novo Nissan Sentra Exclusive
Foto: Marcos Camargo (Divulgação)

Apesar das qualidades internas, o freio de estacionamento é acionado pelo pé a exemplo do Toyota Corolla Cross. Trata-se de uma questão mercadológica, pois fabricado no México, o Nissan Sentra também é importado para o mercado norte-americano, para citar.

Quem viaja atrás dispõem de espaço para as pernas/joelhos por conta dos 2,707 m de entre-eixos. Ou seja, maior que Corolla (2,700 m), Cruze (2,700 m), Arrizo 6 Pro Hybrid (2,650 m) e Cerato (2,700 m), porém, inferior ao Civic (2,735 m). Contudo, no Nissan Sentra não há as saídas de ar dedicadas aos ocupantes traseiros.

Os bancos dianteiros e traseiros adotam tecnologia “Zero Gravity” e acomodam muito bem o corpo. O revestimento premium em tom areia eleva o preço da versão 2.0 Exclusive CVT para R$ 173.290. Foto: Marcos Camargo (Divulgação)

O porta-malas do Nissan Sentra acomoda 466 litros, com maior capacidade volumétrica frente aos sedãs da Toyota (470), da Chevrolet (440), da Caoa Chery, (405) – os carros da Kia e da Honda ofertam 495 e 520 litros, respectivamente, para comparar.

Novo Nissan Sentra 2023
Foto: Marcos Camargo (Divulgação)
Propulsor 2.0 naturalmente aspirado

A terceira geração do propulsor de quatro cilindros 2.0 naturalmente aspirado (código MR20 DD) traz ciclo Atkinson e injeção direta, sendo conectada ao câmbio continuamente variável (CVT) de oito marchas simuladas para render 151 cv de potência e 196,13 Nm (20 kgfm) de torque consumindo gasolina (o Nissan Sentra não é flex).

Novo Nissan Sentra 2023
Foto: Marcos Camargo (Divulgação)

Ao volante, o comportamento do Nissan Sentra agrada em cheio mantendo uma tradição já sentida nos modelos de sétima e sexta gerações.

A relação peso-potência de 9,14 kg/cv confere disposição, seja nas arrancadas ou nas retomadas. Embora não empregue o turbocompressor, ele não faz feio, além de cruzar a 120 km/h com a agulha do conta-giros em torno das 2.000 rpm.

É um automóvel progressivo nas reações e a caixa CVT permite andar sempre em giro baixo. Aliás, durante o nosso primeiro contato foi possível conquistar médias rodoviárias acima dos 20 km/l com o modo Eco acionado. Já quem preferir pode efetuar trocas sequenciais pelas borboletas atrás do volante.

A maciez de rodagem é conquistada pelo acerto das suspensões MacPherson à frente Multilink atrás (o modelo anterior usava barra de torção). O conjunto filtra/absorve muito bem as irregularidades do asfalto da mesma forma que impede a carroceria de rolar nas curvas contornadas mais rapidamente – a arquitetura CMF-C/D elevou a rigidez torsional em 41%.

Foto: Marcos Camargo

A caixa de direção eletricamente assistida é rápida/precisa ao esterço e as rodas de liga leve de 17” vestem pneus Michelin Primacy 4 de medidas 215/50, enquanto os freios adotam discos ventilados à frente e sólidos atrás. Uma outra boa qualidade está no quanto o Nissan Sentra é um carro isolado. De acordo com o fabricante, foram aplicados vidros de 40 mm de espessura, o painel corta fogo com grossura superior a 20 mm, um novo selante na região das janelas/coluna A e as caixas de rodas dotadas de material acústico.

Anjos de guarda 

A versão 2.0 Exclusive CVT do Nissan Sentra engloba diversos assistentes em prol da segurança dos até cinco ocupantes. Entre eles, ele contempla os alertas de colisão frontal com frenagem de emergência (ativado a partir de 5 km/h), de mudanças de faixas, de atenção do motorista, de pontos cegos, de tráfego cruzado traseiro e de esquecimento de objetos no banco traseiro.

Também há piloto automático inteligente, que mantém a velocidade e a distância do veículo à frente, monitoramento da pressão dos pneus, seis airbags (dianteiros, laterais e de cortina), controles eletrônicos de tração/estabilidade, auxiliar de partida em rampas, sensores de estacionamento frontais/traseiros, faróis automáticos e visão 360º com detecção de movimento, para citar.

Completamente revigorado, o Nissan Sentra chega para mostrar que existe vida além dos utilitários esportivos.


FICHA TÉCNICA

NISSAN SENTRA 2.0 EXCLUSIVE CVT
Preço básico: R$ 171.590
Carro avaliado: R$ 173.290 com o interior Premium

Nissan Sentra 2.0 Exclusive CVT
Motor: quatro cilindros em linha 2.0, 16V, ciclo Atkinson, injeção direta, duplo comando de válvulas com variação na admissão e no escape 
Cilindrada: 1997 cm³
Combustível:gasolina
Potência: 151 cv a 6.000 rpm
Torque:196,13 Nm a 4.000 rpm  
Câmbio: continuamente variável, oito marchas simuladas
Direção: elétrica com assistência variável
Suspensões: MacPherson (d) e multilink (t)
Freios: discos ventilados (d) e sólidos (t)
Tração:dianteira 
Dimensões: 4,646 m (c), 1,816 m (l), 1,456 m (a)
Entre-eixos: 2,707 m
Pneus: 215/50 R17
Porta-malas: 466 litros
Tanque: 47 litros
Peso: 1.405 kg
0-100 km/h:9s4
Velocidade máxima: 200 km/h
Consumo cidade: 11 km/l
Consumo estrada: 13,9 km/l
Emissão de CO²: 147 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: A (Extra grande)

MAIS NA gamedesire:

+ Avaliação: em breve no Brasil, Nissan X-Trail é SUV híbrido para desafiar Jeep Compass e Toyota RAV4
+ GP da Arábia Saudita de Fórmula 1: veja os horários e onde assistir
+ SUVs mais vendidos: motivos pra comprar (e pra não comprar)
+ Fórmula 1: confira todos os novos carros para a temporada 2023
+ Caoa Hyundai abre pré-venda do SUV Kona no Brasil e confirma modelos
+ Veja qual é o significado dos códigos de erro nos painéis dos Chevrolet
+ Teste rápido: Por R$ 209.000, GWM Haval H6 Premium HEV é um híbrido admirável
+ Imposto de Renda 2023: confira como declarar carro ou moto
+ Novo Nissan Sentra chega ao Brasil; veja os preços e versões
+ Fiat promete descontos de mais de R$ 30 mil em seus modelos
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos – SUVs médios: Chevrolet Equinox vs. Jeep Compass
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Honda City Sedan vs. Chevrolet Onix Plus
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Honda HR-V vs. Volkswagen T-Cross
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Peugeot 208 vs. Hyundai HB20
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe

gamedesire Mapa do site